m Rádio Boa Música FM / Blog de Notícias e Streaming de áudio e vídeos

play de música

câmera estúdio

câmera estúdio

Player Tv Streaming

Visitantes:

Chat On-Line (Botão Vermelho)

Fale conosco, estamos on-line!

Sharethis

Destaque

Destaque

PLYAER 2 COM VÍDEOS CLIPS - KS

Banner do whats para ligação

Siga nossa rádio.

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilha para diversas Redes Sociais

Clique no botão Flutuando do Whats e ligue ao vivo

Reprises

Galeria do Instagram

Minhas Redes Socais

Visitas

sexta-feira, 14 de maio de 2021

ALLU lança remix de “O Pau Vai Torar” produzido por DJ Jarley e promete nova fase na carreira!


Fotos: Divulgação.



    Após quatro meses sem lançar músicas, o artista liberou o remix da última faixa de trabalho.

    O cantor ALLU acaba de liberar o remix do último single “O Pau Vai Torar”. A faixa foi repaginada por DJ Jarley, um renomado produtor musical do interior do Pará que a deixou com uma mistura de música eletrônica com pop e funk. Você pode ouvir agora e também aprender a letra, assistindo ao lyric vídeo disponibilizado no canal do artista - https://www.youtube.com/watch?v=zlRC3GR0G-o

    A faixa em questão surgiu ao ouvir a frase (que dá nome a música) de Jojo Todynho em “A Fazenda 12”, numa discussão com outros peões e caiu no gosto do público que acompanha o artista. “A ideia de trazer a música em outra versão foi exatamente porque a galera abraçou muito o trabalho. Fiquei feliz pela repercussão e resolvemos liberar um remix. Mas logo logo, muito em breve mesmo, teremos música nova”, conta ALLU.

    O carioca de 25 anos começou numa dupla e com o fim dela, assumiu o nome, e tem ganhado espaço no mercado fonográfico. Após este pequeno hiato na carreira, ALLU explica o motivo do tempo que ficou sem lançar alguma coisa: “Estou preparando coisas novas e bem maiores. Estou trazendo um amadurecimento visível pro meu trabalho. Não mudarei só a minha essência nessa ‘nova fase’, pois o resto, creio que a galera vai gostar ainda mais”, finaliza.



Texto: Luana.



Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

quinta-feira, 13 de maio de 2021

Papo sobre cinema!

Fonte: Pinterest



    "Você não entende, quando eu era menor…" e é assim que a justificativa vazou desse plano.

    "I See You" (A espreita do Mal). Quando eu falei sobre "Fuja" acabei esquecendo de falar sobre algo que sempre me incomodou, quem é que dá os nomes em Português pelo amor de Deus?!?!

    Ok tem muito título por aí que não dá para traduzir, mas cara "Eu vejo Você" tá pronto já aí a hora que alguém lançar um "Stalk of Evil" vão dar o nome de "Eu Vejo Você" aqui no Brasil, tem vários exemplos, mas para não alongar vou nos mais rápido de lembrar :

    The Hangover  = Se Beber não Case( 2009)
    Hot Tub Time Machine = A Ressaca(2010)

    Get Out = Corra!(2017)
    Run = Fuja(2020)

   Sendo que em ambos os casos o título original tem uma melhor ligação com o filme, assim como o caso do filme de hoje. Por que Brasil?! Por queeeeee!?! (tô sabendo que Portugal e Coréia também dão dessas hehehe)

    Mas agora falando do filme, bom dessa vez eu posso dizer que tive uma experiência mais completa quanto a atmosfera do filme, pois a Sra. Kong me falou que queria assistir um filme de Terror e sinceramente, eu sou bunda mole de mais da conta, não assisto terror, não tenho medo de Kaeju, Dragões, Mutações, Zumbis e muito menos de Humanos, mas fantasmas e Demônios e etc… Eu não posso socar então prefiro ter medo ou pelo menos respeitar seriamente, vocês lá e eu cá, filme de terror pra mim só "O Ritual" (2011) e "Livrai-nos do Mal" (2014), e ainda assim só durante o dia. Obrigado.

    O filme te apresenta uma cidade, cores e trilha típicas de um filme de terror e situações das quais todos estão já acostumados a esperar o típico susto dos Scary Movies de hoje em dia, mas se esse filme é terror, ele te surpreende com a falta de susto genéricos e te dá o gostinho do que para esse covarde aqui é o verdadeiro terror, que é te deixar amedrontado sem saber o que vai rolar, ou o que diacho tá rolando. Mas com a certeza que tem alguma coisa aterrorizando aquelas pessoas e quando a coisa aparece, ela não pula na tela e quase te causa um infarto por culpa da quantidade de gordura que você ingere e sua mulher já te avisou que vai entupir suas veias tudo hahahaha. Mas ainda assim vocês diz "que viagem é essa maluco!!".

    E se por acaso esse filme não for um filme de terror, mas sim um suspense, bem, ele te engana algumas vezes porque se o que mata não é sobrenatural então porque canecas voam, talheres somem, TVs Ligam sozinhas e fotos desaparecem?

    E mais ainda, o que a investigação policial do assassino da faca verde tem a ver com tudo isso e com os problemas da família principal?

    Muita pergunta né?

    Mas não se preocupe o filme responde tudo e de uma forma bem legal até, você assiste o filme quase que todo, aí você vê o antagonista e o filme para, aí começa um novo filme, um filme que te explica tudo que você viu aí tem um plot, outro plot e no fim pega a explicação típica de porque o vilão é o que é e mata ela, só achei justo, quem na vida real quer saber o motivo pelo qual algo que te fez mal fez Mal? A gente só quer é mandar para tonga da mironga do Kabuletê (se isso tiver algum significado fora disfarçar o palavrão por favor me contem, minha Mãe e tios precisam saber que existe).

   Eu queria ter o que falar dos personagens, mas a Helen Hunt nesse filme tem cara de nada até quando alguma coisa acontece e nem sei se daria para justificar.

   Judah Lewis é um adolescente que deveria estar revoltado/fechado por conta da situação dos pais, mas como a importância dele é só levantar a dúvida se é ele que tá aprontando ou não então o roteiro optou por não mostrar mais sobre ele e bora combinar que foi uma boa escolha no fim das contas.

    Jon Tenney, ah ele é o Policial mau, parceiro do policial bom, vocês vão entender. No fim mesmo quem tinha que entregar e entregou foi Owen Teague, ele te deixa tipo "maluco esquisito" depois "aff que babaca" e depois "eita… péra..."

    E o filme chega no fim assim, não pude sair acertando tudo do filme porque já fui assistir com medo e não tô nem aí para sinopses porque se eu ler aí que estrago a experiência de todo mundo mesmo porque acerto tudo que vai rolar(não eu não acertei "O Sexto Sentido 1999" e nem você, deixa de pagar de inteligente) e também porque duvido muito que muita gente vai entender o filme antes da hora, Devon Graye e Adam Randall souberam como escrever e como dirigir de maneira inteligente.



Por: K. Kong



Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Compartilhe nossas matérias e/ou artigos em suas redes sociais. Nos apoie!

Compartilhe já!