m Rádio Boa Música FM / Blog de Notícias e Streaming de áudio e vídeos: Papo sobre cinema!

play de música

câmera estúdio

câmera estúdio

Player Tv Streaming

Visitantes:

Seja bem vindo! Chame-nos no chat.

Fale conosco, estamos on-line!

Sharethis

Destaque

Destaque

PLYAER 2 COM VÍDEOS CLIPS - KS

Siga nossa rádio.

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilha para diversas Redes Sociais

Reprises

Galeria do Instagram

Minhas Redes Socais

Visitas

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

Papo sobre cinema!

Fonte: Pinterest


    Último dia do ano? Olha eu aqui para fechar, haha.

    Bora finalizar o ano com uma animação profunda e não só por, literalmente, falar sobre alma aliás.

    "O Blues é a minha missão" essa é uma das falas de Joe Gardner nosso protagonista de corpo e alma negra (pegaram essa? Hehehe), um homem que tinha absoluta certeza de qual caminho ele devia tomar na vida, tanta certeza que passou sua vida recusando qualquer outra oportunidade por não levarem ao caminho que ele escreveu para si.

    Pensa em um filme que tem sucesso total em mostrar tudo que ele quer mostrar? Soul é esse filme. A Pixar tem o histórico de dar lições de vida, então não é nada anormal dizer que eles continuam essa missão aqui, porém, contrário a filmes como Coco (Viva, a Vida é uma Festa), onde aquele universo gira entorno de um traço, de uma cultura, Soul deixa bem claro que está contando a história de uma pessoa com um estilo em um universo repleto de diversidade, mostrando, mesmo que bem discretamente que não, negro não é tudo igual e nem mesmo gostam das mesmas coisas e isso é lindo demais de ver, e olha que estávamos falando de um filme de um diretor branco hein.

    Bom, mas o que vocês querem ler aqui é sobre alma e não corpo, certo? Então vamos falar sobre alma.

    Achei lindo demais ver as almas adquirindo a mesma forma de seu corpo, incluindo o corte de cabelo e adereços, afinal de contas nossa personalidade é moldada antes do nascimento e portanto nada mais justo que nossa alma ser exatamente como moldamos nosso corpo na Terra.

    O filme também procura focar no pré vida dando só um deslumbre luminoso do pós vida evitando assim mostrar qualquer tipo de divindade e de certa forma ficando imparcial quando o assunto é religião.

    Por último e não menos importante a alma 22, não é um personagem fofinho e bonitinho, mas sim um personagem principal e embora não tenha nascido o filme faz questão de rapidamente dizer o quanto ela é antiga e inteligente. Talvez o único erro grave aqui é o filme apresentá-la dizendo que ela é chata, mas só mostra uma personagem simplesmente adorável e inocente apesar de todo conhecimento.

    Jamie Foxx e Tina Fey dão vida a esses personagens com uma dinâmica maravilhosa e nos deixam uma lição ótima para 2021.

    Desejo a todos que vivam seus sonhos, mas que não deixem de aceitar as boas oportunidades, pois nossa vida não se resume a uma missão e um propósito único. Viva sua vida da melhor forma possível.

Feliz Ano novo!!!



Por: K. Kong




Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe nossas matérias e/ou artigos em suas redes sociais. Nos apoie!

Compartilhe já!