m Rádio Boa Música FM / Blog de Notícias e Streaming de áudio e vídeos: Tira esse joelho daí: arte por um basta ao racismo!

play de música

câmera estúdio

câmera estúdio

Player Tv Streaming

Visitantes:

Seja bem vindo! Chame-nos no chat.

Fale conosco, estamos on-line!

Sharethis

Destaque

Destaque

PLYAER 2 COM VÍDEOS CLIPS - KS

Siga nossa rádio.

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilha para diversas Redes Sociais

Reprises

Galeria do Instagram

Minhas Redes Socais

Visitas

sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Tira esse joelho daí: arte por um basta ao racismo!

Fotos: Divulgação.


    Última música inédita de Gerson King Combo em parceria com Getúlio Cortes sintetiza carreira criativa e engajada do artista.

    No centro desse ressurgimento negro, Mandamentos Black, a primeira parceria entre Gerson e Getúlio, se tornou um hino à negritude. Juntos, os dois irmãos, criados num subúrbio carioca, perceberam, desde cedo, a importância da arte na construção de uma nova realidade e, ainda, a importância dos laços estabelecidos entre ambos.

Fotos: Divulgação.


    Da forte amizade entre os dois, swing e poesia em forma de mensagens contundentes se complementavam, dando origem a verdadeiros manifestos, como a canção que evocava o direito de ser black, em toda a sua verdadeira essência. Assim, Mandamentos Black, um estrondoso sucesso, provocou um despertar para os valores e orgulho negros, sendo completamente absorvidos por afrodescendentes brasileiros e mexendo, profundamente, com as estruturas culturais existentes dominadas, sobretudo, por valores europeus ou, leia-se, brancos. “Black is Beautiful” veio se opor a esses valores, revirando a estética da época.

    Passados cerca de 50 anos, mais do que uma reforma estética, a realidade mostra que ainda há muito a ser feito em busca do fim do preconceito e de uma igualdade racial. Os negros continuam sendo a principal vítima da violência no mundo e, particularmente, no Brasil, onde representam 75,7% das mortes, segundo o Atlas da Violência 2020, divulgado em agosto. E, somando-se a essas mortes, o recente assassinato de um homem negro, covardemente espancado por seguranças em um supermercado, no sul do país.

Fotos: Divulgação.


    Indignados com esse contexto, Gerson King Combo e Getúlio Cortes se uniram, mais uma vez, para clamar por um basta ao racismo. Gravada duas semanas antes da partida de Gerson, “Tira Esse Joelho Daí”, que faz referências diretas à morte de George Floyd, não poderia ser mais direta em sua letra, escrita por Getúlio, que também contribuiu para os vocais da música:

“O mundo estarrecido, viu, no chão homem caído, porém ninguém lhe deu a mão.
Sou afrodescendente, e muito consciente, é tempo de tomar decisão.
No mundo se diz, que a nossa pele tem raiz, o meu sangue é vermelho (sem distinção de cor).
Não aceito e não tolero, minha tolerância é zero, pra covardia e sua discriminação (comigo não, comigo não)”.

    Lançada em todas as plataformas digitais, em 30 de novembro, dia do aniversário de Gerson, a sua música de despedida reflete com exatidão sua obra: uma sonoridade rica, marcada pelo funk e soul, com groove e balanço envolventes, somada a força das palavras e mensagens conquistam o público de forma natural, garantindo que a exaltação da cultura e a luta do povo preto permaneçam vivas e se repercutam a necessária e urgente mensagem pelo fim do racismo.

    “Tira esse Joelho Daí”, que conta com a produção musical de Marquinho O Sócio, leva o selo Amplifica Records, parte da Amplifica, plataforma que potencializa e impulsiona o trabalho de diversos artistas no Brasil e exterior, principalmente, artistas pretos e mulheres. Arte gráfica de Ricardo Fernandes.



Texto: Ágata Cunha.



Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe nossas matérias e/ou artigos em suas redes sociais. Nos apoie!

Compartilhe já!