m Rádio Boa Música FM / Blog de Notícias e Streaming de áudio e vídeos: Papo sobre cinema!

play de música

câmera estúdio

câmera estúdio

Player Tv Streaming

Visitantes:

Chat On-Line (Botão Vermelho)

Fale conosco, estamos on-line!

Sharethis

Destaque

Destaque

PLYAER 2 COM VÍDEOS CLIPS - KS

Pesquise aqui seus interesses.

Banner do whats para ligação

Siga nossa rádio.

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilhe nosso blog e programas ao vivo para seus amigos e familiares clicando abaixo nos botões

Compartilha para diversas Redes Sociais

Clique no botão Flutuando do Whats e ligue ao vivo

Reprises

Galeria do Instagram

Minhas Redes Socais

Visitas

OnSignal - Push Notification

quinta-feira, 7 de janeiro de 2021

Papo sobre cinema!

Fonte: Pinterest



    Sejam Bem vindos a 2021!!!

    Os problemas ainda não sumiram, mas vamos esperar que eles desapareçam logo e levem junto o filme de hoje. Amém!

    "Eu não vou fazer nada sem a sua permissão" o babaca disse isso enquanto apalpava os seios da moça e mantinha ela em cativeiro.

    Bem bem bem, eu pensei muito mesmo em fazer minha lista de melhores e piores filmes de 2020 mas no fim das contas porque fazer uma lista de piores não é mesmo? Todos os filmes que coloquei nessa lista na minha opinião ainda poderiam ser assistiveis, em comparação ao primeiro lugar da lista, nesse caso resolvi que meu ódio e minha decepção por esse filme não deveram poupar linhas para tentar protegê-los de se expor a tamanho absurdo, estou falando do filme 365DNI.

    Netflix, qual foi o cogumelo que você comeu para aceitar colocar esse troço no seu catálogo? Tudo bem, todo mundo erra, me lembro que quando vi a saga Crepúsculo achei que tinha chego ao fundo do poço, mas aí veio 50tons de cinza e eu vi que não, dava para descer mais, mas aí agora me vem esse LIXO (palavra que eu achei que nunca iria usar me referindo a um filme), é surreal que alguém ou melhor que alguma mulher consiga gostar de 365DNI, é literalmente inconcebível a ideia de que um livro com essa história seja bem quisto para começo de assunto, quanto mais um filme.

    Dito tudo isso, bora falar do filme não é mesmo?

    Bom, devo dizer que o começo do filme já entrega a falta de qualidade narrativa que teremos aqui, temos pessoas falando de algum negócio em uma lage no meio de alguma praia aparentemente longe de tudo e cercados por seguranças e um cara olhando uma mulher usando binóculos e depois de um diálogo nada a ver, um tiro, sangue, uma morte ou duas e atores que não sabem nem fingir que são seguranças direito e optam por ficar se movendo como barata tonta. Depois disso o filme resolve apresentar os personagens principais da forma mais confusa possível e quando você entende o que tá rolando a sequência toda já acabou, isso tudo seria reparável até se o filme não falasse sobre um boy, macho escroto, metido a mafioso que sequestra e abusa de uma mulher que por sua vez sofre de síndrome de stockholm e pior, o filme ainda tenta glamourisar tudo isso.

    Don Massimo é um abusador, rico, mimado branco, machista, o típico combo desagradável completo sabe? Mas aqui ele é um máximo "há… como você pode afirmar isso K? Você pode ter interpretado errado"

    É em outros casos eu concordaria, por exemplo 50tons de cinza, que apesar de ser um filme ruim, tudo aquilo que está lá faz parte da realidade de uma comunidade que sabe que tem preferências diferentes e respeita as pessoas que não tem e por tanto realmente só fazem com as pessoas aquilo que elas querem, por tanto tudo bem colocar uma música legal durante umas chicotadas e etc, mas quando um filme mostra um cara obrigando uma mulher a colocar o seu pênis na boca enquanto faz contra ponto com outra mulher se masturbando e fecha o combo com uma música provocante… Jura que um estupro é tão gostoso e exitante quanto uma masturbação feminina? Tudo isso claro sem contar que a frase do começo deste texto é dele e vai entender o porquê essa frase existe, porque se tem uma coisa que esse cara faz durante o filme é tocar nela sem permissão.

    E o que dizer sobre Laura Biel? Uma mulher com pouca roupa, falas babacas, desmaios sem sentido, síndrome de stockholm, profundidade zero e inteligência zero, maluco ela tenta provocar o sequestrador dela indo de roupão no quarto dele, faz sentido uma mulher que agora a pouco queria fugir e que não quer nada com o cara fazer uma burrice dessas?

"Para K, você está exagerado o filme mostrou que ela foi começando a gostar do cara aos poucos"

    Sério mesmo? Ela foi começando a gostar do cara que sequestrou ela, abusou dela mais de uma vez e não apresenta nenhuma atitude agradável durante o filme todo, beleza me conta outra.

    365DNI é um filme que não deveria existir e imagino de verdade que os atores deveriam ter vergonha de ter feito, e a diretora bem como a escritora deveriam pedir muita desculpa e até mesmo ajudar vítimas de estupro só por terem pensado em criar esse troço! E não me venham falar que gostaram do filme não, por que não existe uma mulher nesse mundo que deseje ser sequestrada e abusada assim como muitas falavam que amavam o Cristian Grey, mas de forma alguma queriam levar um tapinha no bumbum na hora H.

    Mulheres vocês merecem respeito, merecem vidas livres, não é feio e nem mesmo fraqueza ou mimimi denunciar abusos de qualquer tipo, não é porque um cara é seu marido que ele pode fazer oque quiser e quando quiser com você (frase que aliás também está no filme), esse tipo de filme não é picante ou erótico é ofensivo e desagradável e só torna nós homens, babacas, escrotos e nojentos, criaturas piores e mais abusivas, afinal "se o filme dirigindo por uma mulher que vem de um livro feito por uma mulher está dizendo que tudo bem aquilo ali então tudo bem na vida real também, certo?" Não!

    Em 2021, digam NÃO a todo tipo abuso.



Por: K. Kong




Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe nossas matérias e/ou artigos em suas redes sociais. Nos apoie!