Pular para o conteúdo principal

Assista nossa Transmissão ao vivo

Audiência

.

.

Fale conosco, estamos on-line!

.


PLAYER / PROGRAMAS E VÍDEOS CLIPS - DESTAQUES

.

Tradutor

.

Pesquise aqui seus interesses.

.

Ligue ao vivo em nossa rádio e fale conosco.

Reprises

Siga nossa rádio.

Curta nossa Página no Facebook.

Protagonismo, Identidade e Luta

Protagonismo, Identidade e Luta


Imagem do Google



    Ao longo da história do Brasil e da formação do Estado houve um processo de invisibilização e apagamento de pessoas LGBTQIAP+ e de qualquer cultura que fugisse da norma cis-heteronomativa.


A partir de alguns acontecimentos podemos entender o tratamento e lugar que sempre foi dado a essa comunidade.

Em 1591, uma denúncia é feita aos Tribunais Santo Ofício, o motivo, crime de sodomia. a denúncia era contra Xica Manicongo, considerada a primeira pessoa travesti, ou não-cisgênera, que se tem registro no Brasil. 


Felipa de Souza é condenada pela Inquisição por ter se relacionado com seis mulheres em 1592. A sentença foi açoitamento em praça pública, ela ainda teve seus bens confiscados. Incumbiu-se de penitências espirituais e ainda precisou pagar as custas processuais.


Um indígena de origem tupinambá foi executado com um tiro de canhão. Ocorreu em 1614, esse foi o primeiro registro de morte por homofobia no Brasil. Conhecido como Tibira do Maranhão - tibira, termo utilizado por indígenas para se referir a um homossexual-, teve seu corpo dividido em duas partes. 

Como disse Neon Cunha, “os nossos passos vêm de longe, mas o quão longe?”, conhecer essas histórias é saber mais sobre a luta, que apesar do apagamento na época e durante boa parte da história, hoje são símbolos de resistência e enfrentamento às opressões de identidade de gênero e diversidade sexual.

E ainda hoje inspiram pessoas e movimentos na luta por direitos humanos e igualdade, uma luta necessária porque em pleno século XXI, estamos longe dos cargos de prestígio e reconhecimento. A mudança na estrutura é sobre uma mudança histórica de acesso a espaços, representatividade na política, luta pelas pautas da comunidade LGBTQIAP+ e combate a homofobia e transfobia.

By Samuel Dias e Endre Arruda

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Comentários

Compartilhe nossos artigos e matérias em suas redes sociais.

Postagens mais visitadas deste blog

Papo sobre cinema!

Fonte: Pinterest      E ai pessoal como vocês estão?      Eu sei que 2020 já acabou, mas como ele não foi feito só de coisa ruim resolvi conversar com vocês também sobre o Melhor filme de 2020      Eu quase quase quase vim falar sobre O Resgate ou O Poço, mas o filme do Ano vai além da ação lindamente coreografada ou da história interessante e repleta de simbologia e claro, só poderia ser um filme dirigido por um mestre que na real sim tão importante quanto Scorsese, Spielberg e esses outros monstros que são falados o tempo todo.      "Eu acho que, os Estados Unidos nos deve, nós construimos essa merda!" Pois é Norman dívida histórica é um ponto em tudo que o Brasil também nos deve, construímos e fizemos história aqui mas são os colonizadores que tem estátuas e imagina você que aqui homens e mulheres negros que estão nos livros de história são mostrados como brancos.      Sim, eu estou falando de um filme directed by Spike Lee, que fala sobre a guerra do Vietnã como você com

Novo programa estreia na Rádio Boa Música FM essa Quarta-Feira. 

Novo programa estreia na rádio boa música FM essa Quarta-Feira.   O programa semeando a palavra de Deus. Visa falar com toda a população do Capão redondo principalmente e adjacentes claro. Levando a palavra de Deus e alertando as pessoas da cumplicidade com ele e com nossos irmãos. Mediante a tantas dificuldades que estamos passando com a pandemia. Todo esse caos a falta de amor. Amor próprio e amor pelo próximo. Faz com que a nossa população cada vez mais seja refém do ódio, da doença, da dor, da hipocrisia, do preconceito e da materialização dos sentimentos secundários sentimento esses que acabam desunindo e em um  momento tão crítico que deveria nos unir, faz ao contrário. Através do programa Semeando a palavra de Deus, na rádio Boa Música FM, que será transmitido às 19:00, da 19 às 20:00 da quarta-feira Vamos falar com todos vocês irmãos e irmãs. Que podem nos apenas nos ouvir? Ou se quiserem nos assistir e fazer parte desse programa. Mandando mensagem através do nosso chat

Margareth Menezes homenageia Capinam

Margareth Menezes homenageia Capinam Cantora baiana participa de uma entrevista na Rádio Boa Música FM e solta a voz numa bela canção em homenagem ao eterno Capinam.             Numa recente visita à Rádio Boa Música FM, para uma entrevista, a cantora baiana Margareth Menezes fez uma homenagem ao poeta, músico brasileiro e imortal da Academia de Letras da Bahia - José Carlos Capinan. Com a música “Chão de Pedras”, lançada na Rádio Boa Música FM e que já é sucesso na programação da mesma, Margareth faz um dueto com Jair Luz. A produção ficou a cargo de Humberto Miranda, que também produz, artisticamente e musicalmente, a Casa de Show Carioca Club e o programa Rádio Boa Música FM. Além destes dois espaços, Humberto é diretor artístico do selo “Samba em Movimento” na gravadora Kuarup Produtora. Entusiasmada com a entrevista, Margareth Menezes disse que em breve retornará aos programas Rádio Boa Música FM, que por sinal é um dos programas que mais tocam as canções da cantora baia