Pular para o conteúdo principal

Assista nossa Transmissão ao vivo

Audiência

.

.

Fale conosco, estamos on-line!

.


PLAYER / PROGRAMAS E VÍDEOS CLIPS - DESTAQUES

.

Tradutor

.

Pesquise aqui seus interesses.

.

Ligue ao vivo em nossa rádio e fale conosco.

Reprises

Siga nossa rádio.

Curta nossa Página no Facebook.

Se cada gota conta, então tire seu preconceito!

Se cada gota conta, então tire seu preconceito! 

Imagem do Google


8 de maio de 2020, o Supremo Tribunal Federal julga a  Ação de Inconstitucionalidade (ADI) nº 5543, a ação questionava a portaria do Ministério da Saúde e da Anvisa que proibia homossexuais, travestis e transexuais a doarem sangue. A proibição era motivada pelo imaginário da década 90 que associava o HIV/AIDS com a comunidade LGBTQI+, chamado durante muito tempo de “Peste Gay”. A  proibição custou o desperdício de 18,9 milhões de litros de sangue por ano.


Antes de comentar o desfecho dessa ação, eu queria falar um pouco sobre mim.


Me chamo Samuel Dias, sou gay, tenho 21 anos e sou virginiano. Desde que eu era criança, eu acompanhava a minha mãe e meu pai em campanhas de doação de sangue. E eu sempre tive vontade de também poder doar, talvez muito motivado pelas campanhas que colocam a doação como um gesto “louvável”, isso porque dentro de uma sociedade ajudar o próximo é um ato de cidadania. E para realizar esse ato de cidadania para a maioria basta ter mais de 18 anos, pesar acima de 50 kg e estar em boa forma. Houve uma situação em 2019, em que uma amiga com uma doença crônica precisou de doação de sangue. Na época eu me prontifiquei para doar, mas mesmo tendo 19 anos, pesando mais de 50 kg e estando em boa forma, eu seria impedido. Porque como mencionado, homens gays eram proibidos (sem justificativa técnica) de doar, em 2019 para ajudar a minha amiga eu teria que mentir sobre a minha sexualidade.


Como disse Erica Malunguinho, No Brasil, teorias eugenistas justificaram discriminações por meio da ideia do sangue como fato central, com a noção de “sangue bom” e de “sangue ruim” como tecnologia de violência para determinadas populações. Sem dúvida, isso transcendeu a ideia de pureza racial e substanciou um tipo de seleção nos aspectos de classe, de identidade de gênero e de sexualidade. Não à toa, o termo "eugenia" significa "bem nascido"...”


Só em 2020, depois da vitória no STF, por 7 votos a 4, a portaria do Ministério da Saúde e da Anvisa foram derrubadas. E pela primeira vez, eu pude doar sangue, sem medo, sem mentiras. Essa conquista é um resgate da nossa cidadania.


Em qualquer doação de sangue são feitas testagens para detectar qualquer tipo de eventual incompatibilidade para a doação. A doação é simples e rápida, se você puder, não deixe de fazer. 


Em São Paulo a doação é feita nos hemocentros, para saber como doar é só entrar no site www.prosangue.sp.gov.br . Lá, você encontra todas as informações necessárias para realizar a doação.


By Samuel Dias

Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Comentários

Compartilhe nossos artigos e matérias em suas redes sociais.

Postagens mais visitadas deste blog

Papo sobre cinema!

Fonte: Pinterest      E ai pessoal como vocês estão?      Eu sei que 2020 já acabou, mas como ele não foi feito só de coisa ruim resolvi conversar com vocês também sobre o Melhor filme de 2020      Eu quase quase quase vim falar sobre O Resgate ou O Poço, mas o filme do Ano vai além da ação lindamente coreografada ou da história interessante e repleta de simbologia e claro, só poderia ser um filme dirigido por um mestre que na real sim tão importante quanto Scorsese, Spielberg e esses outros monstros que são falados o tempo todo.      "Eu acho que, os Estados Unidos nos deve, nós construimos essa merda!" Pois é Norman dívida histórica é um ponto em tudo que o Brasil também nos deve, construímos e fizemos história aqui mas são os colonizadores que tem estátuas e imagina você que aqui homens e mulheres negros que estão nos livros de história são mostrados como brancos.      Sim, eu estou falando de um filme directed by Spike Lee, que fala sobre a guerra do Vietnã como você com

Novo programa estreia na Rádio Boa Música FM essa Quarta-Feira. 

Novo programa estreia na rádio boa música FM essa Quarta-Feira.   O programa semeando a palavra de Deus. Visa falar com toda a população do Capão redondo principalmente e adjacentes claro. Levando a palavra de Deus e alertando as pessoas da cumplicidade com ele e com nossos irmãos. Mediante a tantas dificuldades que estamos passando com a pandemia. Todo esse caos a falta de amor. Amor próprio e amor pelo próximo. Faz com que a nossa população cada vez mais seja refém do ódio, da doença, da dor, da hipocrisia, do preconceito e da materialização dos sentimentos secundários sentimento esses que acabam desunindo e em um  momento tão crítico que deveria nos unir, faz ao contrário. Através do programa Semeando a palavra de Deus, na rádio Boa Música FM, que será transmitido às 19:00, da 19 às 20:00 da quarta-feira Vamos falar com todos vocês irmãos e irmãs. Que podem nos apenas nos ouvir? Ou se quiserem nos assistir e fazer parte desse programa. Mandando mensagem através do nosso chat

Margareth Menezes homenageia Capinam

Margareth Menezes homenageia Capinam Cantora baiana participa de uma entrevista na Rádio Boa Música FM e solta a voz numa bela canção em homenagem ao eterno Capinam.             Numa recente visita à Rádio Boa Música FM, para uma entrevista, a cantora baiana Margareth Menezes fez uma homenagem ao poeta, músico brasileiro e imortal da Academia de Letras da Bahia - José Carlos Capinan. Com a música “Chão de Pedras”, lançada na Rádio Boa Música FM e que já é sucesso na programação da mesma, Margareth faz um dueto com Jair Luz. A produção ficou a cargo de Humberto Miranda, que também produz, artisticamente e musicalmente, a Casa de Show Carioca Club e o programa Rádio Boa Música FM. Além destes dois espaços, Humberto é diretor artístico do selo “Samba em Movimento” na gravadora Kuarup Produtora. Entusiasmada com a entrevista, Margareth Menezes disse que em breve retornará aos programas Rádio Boa Música FM, que por sinal é um dos programas que mais tocam as canções da cantora baia