Pular para o conteúdo principal

.

.

Assista nossa Transmissão ao vivo aqui, clicando no Player. Atualize sua página se for necessário.

Audiência

.

.

Fale conosco, estamos on-line!

.


PLAYER / PROGRAMAS E VÍDEOS CLIPS - DESTAQUES

.

Tradutor

.

Pesquise aqui seus interesses.

.

Ligue ao vivo em nossa rádio e fale conosco.

Reprises

Siga nossa rádio.

Curta nossa Página no Facebook.

Papo Sobre Cinema!

Fonte: Pin.it.com


    "O menino representa os brancos e os brinquedos são os irmãos" fiquei horrorizado com essa analogia de Toy Story, mas sabe que até talvez possa fazer algum sentido, de todo o modo…

    Rim of the World "Fim do Mundo": você gosta de invasão alienígena? Gosta de filmes engraçados? E de filmes de aventura com crianças?

    Pois então esse filme pegou tudo isso aí e falou "vai dar certo" e eu digo "nem em 2019 parça!"

    Tem horas que me pego pensando que cagada a Netflix colocou no seu catálogo dessa vez, filmes ruins acontecem e são inevitáveis, então só querer assistir filme bom é um sonho. Só que um filme ruim por ser ruim ok, mas quando o filme é ruim e ainda tem conteúdos questionáveis, aí fica complicado, não vamos entender.

    Temos um diretor o nome dele McG, eu confesso que só fui olhar a filmografia dele depois de ver esse filme, aí deixei de ficar tão surpreso, não tem nada lá que me empolgue nada que eu possa usar para dizer "olha o cara fez o filme xyz", pelo contrário, encontrei "A babá: Rainha da morte (2020)" que é um filme que chegou a me lembrar a experiência terrível que tive assistindo "Garota Infernal (2009)", só faltou ter a Megan Fox também pra completar o vômito cinematográfico e aí eu entendi tudo, minha irritação até passou, se o cara não trabalha bem só com gente branca imagina tentando colocar Negro na história.

    O filme é incoerente em um nível que não é que não dá para aceitar, é que você fica indignado mesmo, a começar pelos adultos, o personagem principal tem Agorafobia e com certeza outras fobias, mas é um nerdasso ou deveria ser e qual é a solução da sua mãe pra tratar o filho? Vou mandar ele para um A CAM PA MEN TO! E com toda certeza sem antes um acompanhamento médico, porque ninguém cita psicólogo em momento algum, eu sei que isso acontece de verdade, mas mano do Céu, já vejo esse tipo de burrice ao vivo por aqui e se isso não fosse o suficiente os instrutores do local, hummm depois eu falo deles, mas a questão é que se eu chegasse em um lugar e visse as pessoas que tinham lá, meu filho não ficava não, pior é o filme fazer parecer que tá tudo bem, aparentemente todos os adultos são babacas a um nível espetacular naquele universo e tô falando assim que basicamente todos, seu lembrar de algum que valha a pena eu falo depois.

    Sobre as crianças:

    Alex era pra ser um nerdasso master, tá ligado aquele cara que você as vezes tem que carregar nas costas, mas em compensação o maluco faz umas armadilhas a nível "Esqueceram de mim (1990)", pois é, mas no fim só serve pra explicações que nem são legais e dileminhas de virar os olhos, meu filho a menina não te chamou tá indo atrás dela porque?

    Zhenzhen é uma personagem que eu ainda não entendi, é uma menina Chinesa que foi sozinha para os EUA, fingiu que não falava durante um tempão do filme e depois ainda solta uma declaração de amor que, de verdade, sem ler um roteiro uma criança não diria aquilo nem com a sabedoria milenar dos povos Amarelos (é assim que fala? Se não for me avisem por favor).

    Gabriel, esse garoto tá lá no filme acho que é isso hahaha sério acho que ele é o único que tem realmente uma função mais compreensível, se não fosse ele o filme não ia pra frente e por quê? Por conta da última criança e a mais nada a ver de todas.

    Dariush, eu não sei se minha visão sobre comédia que é diferente, se lá eles vêem de uma forma diferente, mas Benjamin Flores Jr. que porcaria de personagens que você foi interpretar aqui, um garoto Negro, Rico, egoísta e escrooooto, meu Deus como é escroto, sempre que ele abria a boca eu queria morrer e não teve uma tentativa de piada engraçada, nada salva nele e pra completar o filme ainda deixa no ar se ele foi estuprado pelo alien ou não, jura roteiro, o menino Negro, mesmo?

    Claro claro fora as citações sexuais do garoto que são caricatas e focadas nos personagens Negros e o desmaio conveniente.

    Todo o resto do filme segue assim, adultos são inúteis, ferramentas narrativas usadas só para devolver o foco para as crianças e quando são Negros são imbecis, sério todos os outros dois Negros do filme além de só aparecerem no começo são babacas ao extremo, a frase no começo do texto é de um dele e foi só o que dava pra aproveitar, não vou nem nomea-los mas posso dizer que até ofender a Zhenzhen com apelido de cunho racista um deles faz, o general do exército, bom não vou perder meu tempo com um homem que desiste de enviar reforço para ajudar quatro crianças, principalmente depois de saber que o moleque que claramente devia ter ficado nos computadores resolveu subir no alto do prédio pra arrumar um satélite e tem um outro todo rasgado na frente da tela, mesmo que a equipe chegasse depois tinha que ter uma.

    Fim do mundo é mesmo o fim, eu nem falei dos alienígenas que são de uma qualidade de CGI tão boa, aliás, os efeitos em geral são tão bons que achei que estava assistindo "Caminhos do Coração (2007)" (quem viu viu quem não viu olha no Google e ri com a gente), as crianças não tem química nenhuma o roteiros força todo e qualquer tipo de relação e pra completar o filme limita os personagens Negros a piadas sem graças insinuações sexuais gratuitas e qualquer esteriótipo negro que beira perfis da época de "O Nascimento de uma Nação (1915)".



Por: K. Kong




Se esse conteúdo foi útil para você, deixe seu comentário, participe, inscreva-se, dê um like e compartilhe em suas redes sociais.

Comentários

Compartilhe nossos artigos e matérias em suas redes sociais.

Postagens mais visitadas deste blog

Renan Kneipp, uma das apostas da música pop/R&B brasileira, acaba de lançar seu primeiro EP, '1/4'!

Fotos: Tarricone.   Novo artista da música pop brasileira, Renan Kneipp acaba de lançar seu primeiro EP, '1/4', com os singles 'Save the Little Boy' e 'Carente', além de 3 músicas novas que não vão sair da sua cabeça.   Renan Kneipp, finalmente, lançou seu primeiro EP, '1/4', que vem sendo trabalhado desde março, com o lançamento dos singles contagiantes Save the Little Boy e Carente. O projeto conta a história de uma pessoa em busca de própria identidade enquanto vive experiências marcantes e sensíveis no mundo real. Tudo isso com bastante energia e autenticidade enquanto o cantor explora combinações e ritmos diferentes. Agora, com o lançamento de '2 de janeiro', 'A Gente Se Vê' e 'Santo', o artista conclui a narrativa do projeto apresentando um novo lado seu: um lado sensível e independente com boas expectativas para um novo ciclo, enquanto celebra a jornada de seus 25 anos.  '1/4' é uma história que todos nós conseguimo

Papo sobre cinema!

Fonte: Pinterest      E ai pessoal como vocês estão?      Eu sei que 2020 já acabou, mas como ele não foi feito só de coisa ruim resolvi conversar com vocês também sobre o Melhor filme de 2020      Eu quase quase quase vim falar sobre O Resgate ou O Poço, mas o filme do Ano vai além da ação lindamente coreografada ou da história interessante e repleta de simbologia e claro, só poderia ser um filme dirigido por um mestre que na real sim tão importante quanto Scorsese, Spielberg e esses outros monstros que são falados o tempo todo.      "Eu acho que, os Estados Unidos nos deve, nós construimos essa merda!" Pois é Norman dívida histórica é um ponto em tudo que o Brasil também nos deve, construímos e fizemos história aqui mas são os colonizadores que tem estátuas e imagina você que aqui homens e mulheres negros que estão nos livros de história são mostrados como brancos.      Sim, eu estou falando de um filme directed by Spike Lee, que fala sobre a guerra do Vietnã como você com

Papo Sobre Cinema!

Fonte: Pin.it.com    "Obrigado Chadwick pelo o que fez por nós!" Disse uma mulher Negra emocionada enquanto o abraçava em um programa de TV que colocou o ator atrás de um cartaz do filme Pantera Negra.      Que tal um papo diferente nesse fim de mês?      Vamos falar sobre representatividade, acho que vocês já estão prontos para essa conversa, se não estão geralmente é porque são Homens Héteros Cis e Brancos e nesse caso, bem, leia mesmo porque você precisa até mais que os outros consumir esse tipo de conteúdo, hahahaha...      Antes de chegarmos na Representatividade precisamos primeiro entender outras duas coisas, primeiro a 7ª arte, para fazer cinema e Tv é preciso saber que você precisa provocar reações visuais e auditivas para então criar um sentimento no seu público e tudo isso é feito de acordo com sua intenção, com os signos que você escolhe usar, a sua visão deve cativar a atenção do público e no começo era menos complexo, bora de exemplo:      Em 1896 os irm